NEUROBIOÉTICA E NEUROTECNOLOGIAS

 NEUROBIOÉTICA E NEUROTECNOLOGIAS

O artigo discute alguns desafios éticos que surgem a partir da aplicação da neurociência no desenvolvimento de novas tecnologias. Foca-se, em especial, na produção de fármacos e seus possíveis impactos para tratamento ou melhoramento cognitivo. Finalmente, dado que uma das possíveis implicações do (abu)uso de melhoradores cognitivos por pessoas saudáveis é o desenvolvimento de desordens mentais e adicção, o trabalho aborda também algumas questões éticas no domínio da psiquiatria, em especial, os perigos da sobremedicalização.