BAND-AIDS INTELIGENTES E O QUE SÃO OS ELETRÔNICOS FLEXÍVEIS

 BAND-AIDS INTELIGENTES E O QUE SÃO OS ELETRÔNICOS FLEXÍVEIS
Compartilhe

O que você faria com uma tecnologia digital capaz de responder a estímulos de energia?

Para alguns pesquisadores, a resposta pode ser roupas inteligentes, capazes de coletar dados sobre a nossa temperatura corporal, batimentos cardíacos ou atividades físicas.

Para outros, a resposta pode ser música, através de uma interface macia e flexível que responde ao toque, pressão e até proximidade para emitir sons. 

E, para outros, a resposta pode ser um dispositivo como um Band-aid que coleta o nosso suor para produzir energia e fornecê-la para os demais dispositivos.

Essa área de estudo se chama Ambientes Responsivos – do inglês ​​Responsible Environments – e é responsável pelo desenvolvimento de tecnologias digitais que respondem a diferentes estímulos, como toque, proximidade ou temperatura. 

Também foi a área de estudo escolhida por Irmandy Wicaksono, pesquisador do MIT Media Lab.

O QUE SÃO OS ELETRÔNICOS FLEXÍVEIS

Para Wicaksono, o seu trabalho gira em torno de eletrônicos não-convencionais, visando a “detecção, atuação e captação de energias ubíquas, às vezes explorando a interação criativa entre arte, design, ciência e engenharia”.

Eletrônicos flexíveis, então, seriam essas aplicações e interfaces que promovem a integração homem-computador. Entre as suas contribuições, constam o nosso bem-estar, reabilitação, entretenimento, produção musical, entre muitos outros.

É a própria evolução dos wearables e dispositivos de IoT que já conhecemos, e podem ser integrados em materiais comuns, alavancando as suas possibilidades.

A EXPANSÃO DO HUMANO

Através de tecnologias poderosas como essas, damos mais um passo em direção à expansão do humano.

Podemos utilizá-los para ganhar mais informações sobre o corpo humano, para impulsionar as nossas capacidades, para nos expressarmos, ou até mesmo otimizar as nossas tarefas.

Os eletrônicos flexíveis entram em nosso dia a dia para nos empoderar da forma como preferirmos.

E nem precisaríamos nos preocupar com a utilização de energias insustentáveis, poderíamos prover energia para esses dispositivos através daquele Band-aid inteligente.


Compartilhe