O PASSO MAIS IMPORTANTE DA CIBERSEGURANÇA

 O PASSO MAIS IMPORTANTE DA CIBERSEGURANÇA
Compartilhe

A chave para uma empresa segura pode não ser o acesso aos melhores recursos do mercado. 

Para alguns investimentos, é verdade que o momento de ação influencia diretamente o resultado final. Quando se trata de cibersegurança, isso também se aplica.

Empresas que se protegem de riscos durante momentos de crise escolheram uma abordagem muito diferente de empresas que investem em sua segurança desde o passo 0, e elas podem experienciar resultados diferentes a longo prazo.

Com isso em mente, uma reputação pela segurança excessiva é mais valiosa do que uma reputação pelo descaso com a segurança, mas a primeira exige planejamento, compromisso e alocação de recursos valiosos. 

O que faz tudo isso valer a pena?

MUITO ALÉM DE ANTIVÍRUS E FIREWALL

O primeiro passo para uma boa estratégia de segurança é o combate à desinformação.

Empresas que não sabem o suficiente sobre cibersegurança podem se considerar seguras apenas investindo em antivírus e firewall, enquanto ainda estão vulneráveis a diversos riscos que desconhecem. Potencialmente, isso pode levar a perda de dados, custos financeiros e manchas na reputação da marca.

Ainda bem que esse cenário pode ser evitado.

Além do investimento em antivírus e firewall, a proteção contra ataques internos e externos deve ser uma preocupação contínua. O monitoramento das redes conciliado à realização de testes frequentes pode tornar o ambiente mais seguro, mas também deve vir junto com um plano de resposta a incidentes e recuperação de desastres.

Todos esses cuidados se resumem a uma única coisa: uma Cultura de Segurança Empresarial.

CULTURA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL

A empresa que nutre uma cultura de segurança entre todos os seus colaboradores reforça a importância de ações individuais para o bem de todos – incluindo a reputação da empresa.

Esforços contínuos devem ser feitos para garantir que todos compartilhem dos mesmos valores e saibam como abordar a segurança no dia a dia, podendo acontecer através de treinamentos e lembretes periódicos. Também, todos devem estar cientes do mesmo plano de resposta a incidentes e aptos para notarem os sinais de ameaças de cibersegurança.

Como parte de um todo, é fundamental que os próprios colaboradores tenham ciência da sua responsabilidade individual com a segurança da empresa.

Mas, isso não é tudo.

terceirização dos serviços de segurança pode ser um recurso interessante para a garantia de proteção, considerando um cenário com ameaças cada vez mais avançadas, conforme apontado pelos especialistas da Kaspersky.

Todos esses esforços se resumem a uma simples pergunta: qual é o valor dos dados para o seu negócio?

O investimento com segurança deve ser proporcional.


Compartilhe